quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

A Prefeitura de Apodi e a CONAB vem garantindo a distribuição para familias carentes

A Prefeitura do Apodi e a CONAB vem garantindo a distribuição de alimentos para famílias carentes


Um trabalho da Prefeitura do Apodi e a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB/RN) vêm garantindo a distribuição de alimentos para centenas de famílias do município neste mês de dezembro.

A Comissão Municipal de Defesa Civil, ligada a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, responsável pela distribuição fez um levantamento em parceria com os Conselhos de Bairros, Associações e Igrejas, para receberem as doações de acordo com o cadastro de cada Entidade.

As famílias atendidas pertencem as Associações de Moradores do Bairro Malvinas; Conselho Comunitário do Bairro Bacurau I; Associação dos Moradores Bairro São José (IPE); Garilandia; Conselho Comunitário do Bairro Bico Torto; Pastoral do Idoso; Pastoral da Criança: Igreja de Cristo; Assembléia de Deus; Associação do Sitio Pitombeira; Associação da Asfoco; Associação do sitio Paulista; Maternidade Claudina Pinto; Associação do Sitio Baixa Fechada e Associação do sitio Laje do Meio.

Outras associações estarão recebendo as doações assim que apresentarem a documentação exigida para prestação de contas.

A CONAB fez uma doação de Feijão e Arroz a pedido da prefeita da cidade, professora, Maria Goreti Silveira Pinto (PMDB), Assegurando também a distribuição para os meses de janeiro e fevereiro de 2011 .

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Prefeitura de Apodi renova frota com a compra 13 veiculos e maquinas








INVESTIMENTOS


APODI – Percebendo a péssima condição na estrutura da limpeza pública e coleta de lixo do município de Apodi, no médio Oeste Potiguar, a Prefeitura Municipal, juntamente com o Governo Federal, viabilizou a aquisição de dois carros compactador de lixo que irá viabilizar a coleta no município dando mais agilidade ao setor além de garantir melhores condições para os garis que trabalhavam em péssimas condições coletando o lixo em carro aberto.

Além dos dois carros compactador de lixo, a frota do município esta sendo ampliado com a chegada de mais duas caçambas, um trator de esteira e mais dois tratores com implementos agrícolas. Os recursos para aquisição das maquinas foram viabilizadas pela prefeita da cidade, professora, Goreti Silveira Pinto (PMDB) em Brasília junto ao deputado federal, Henrique Alves e o senador Garibaldi Alves que garantiram os recursos com o governo do presidente Luis Inácio Lula da Silva.

A prefeita Goreti Pinto entende que a aquisição do veiculo é de grande importância não só por viabilizar a coleta, mas, sobretudo por garantir melhores condições de trabalho aos funcionários do setor de limpeza do município.

Quando assumiu a Prefeitura do Apodi, a prefeita Goreti Pinto, encontrou a estrutura administrativa sucateada, sem maquinas e equipamentos, mas nesses quase dois anos foi criada uma frota de veículos todos novos, antes os veículos em sua maioria eram todos alugados de terceiros. Hoje o municipio conta com uma frota de 13 veiculos e maquinas todos novos.

Mas não foi só a Secretaria de Urbanismo, Obras e Agricultura que receberam maquinas. A Secretaria de Educação hoje conta com dois ônibus zero. Já a Secretaria de Saúde 03 Kombis para o Programa Saude da Familia e Combate a Dengue, 01 Sprint que faz o transporte de pacientes para Natal. O Gabinete Civil também ganhou um veiculo novo tipo Kia Sportage.

RELAÇÃO DOS VEICULOS

02 - Caminhao Compactador de Lixo

02 - Caminhao Caçamba

02 - Onibus Escolar

03 - Kombis

01 - Kia Sportage

01 - Van Sprint

01 - Trator de Esteira

01 - Trator com Patrulha Agricola

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

(84) 9622:1119

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Moradores da Chapada do Apodi serão atendidos pelo Programa “Promovendo Cidadania”


APODI – Os moradores do Distrito Rural de Soledade na Chapada do Apodi vão participar neste sábado de um dia de “Ação e Cidadania”, promovido pela Prefeitura do Apodi através da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e o Centro de Referência da Assistência Social Rural de Soledade–CRAS. A Ação será realizada na E. M Francisco Targino da Costa.

Dentre as varias ações que serão executadas estão os Serviços de Atendimento do Bolsa Família, Peti, Projovem, Creas e Idoso e outros direcionados para moradores de outras comunidades rurais que ficam localidades em torno do Distrito de Soledade.

Serão oferecidos serviços de estética e embelezamento pelos profissionais formados pelos cursos realizados pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social nos anos de 2009/10.

Segundo o coordenador do Cras Rural de Soledade, Marcilio Reginaldo, os serviços desenvolvidos nos CRAS têm por objetivo prevenir a ocorrência de situações de vulnerabilidade e riscos sociais nos territórios, por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições, do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários e da ampliação do acesso aos direitos de cidadania.

“Ação terá também atendimentos com a expedição da Cédula de Identidade para os integrantes do Programa Bolsa Família; Carteira do Idoso; Carteira do usuário do CRAS; inscrição do Projovem 2011 e inscrições do Curso de Informática. Alem de Palestras sobre todos os Programas Sociais do Município”, comentou Marcílio Reginaldo.

Durante a ação “Promovendo Cidadania”, A prefeita de Apodi, professora, Goreti Silveira Pinto, estará inaugurando e oficializando o CRAS Rural do Distrito de Soledade que passará a atender e referenciar 3.500 famílias da Região da Chapada do Apodi e Inaugurando e Centro de Inclusão Digital na Sede CRAS, que esta localizado na Rua da Cajarana, 218 no centro da comunidade. Como também participando das festividades natalinas realizadas pelos grupos de convivência do CRAS. Os grupos são: mulheres dona da própria vida e Mulheres da 3ª idade, Gestante Feliz e o grupo de jovens e adolescentes. Que estarão apresentando o Alto do Natal e Canções natalinas.

O projeto “Promovendo Cidadania”, conta com o apoio de vários parceiros como o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), com distribuição de mudas de Plantas nativas e frutíferas; Secretaria da Saúde com Exames de Prevenção, glicose capilar; Higiene Bucal; Secretaria de Educação; Secretaria da Mulher e da Igualdade Racial, Comissão Municipal do Selo UNICEF e vários outros parceiros.


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
(84) 9622:1119

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Apodi realizará o 1º FORUM COMUNITARIO DO SELO UNICEF-MUNICIPIO APROVADO


DIA 29 DE SETEMBRO DE 2010
LOCAL: CENTRO DO IDOSO. RUA ANTONIO LOPES FILHO. S/N
HORARIO: 8:00HS.ENCERRAMENTO: 17:00HS

O que é o Forum Comunitario do selo Unicef Faz?

1 mobiliza e capacita pessoas para incentivar e qualificar sua participação na criação e no fortalecimento das políticas públicas para meninas e meninos de até 17 anos;2 monitora e avalia o desempenho dos municípios, com base em um conjunto de dados (indicadores sociais);3 certifica e reconhece os esforços de que conquistam os maiores avanços na melhoria de vida de crianças e adolescentes. municípios

O que são os Forum Comunitarios de Selo?
A realização dos Fóruns Comunitários está prevista no Guia Metodológico do Selo UNICEF Município Aprovado Edição 2009-2012, dentro do Eixo de Participação Social. Os fóruns são momentos em que a comunidade:

1 analisa as condições de vida de suas crianças e adolescentes;
2 sugere ações que garantam os direitos da infância eda adolescência;
3 monitora e avalia o impacto de projetos, programas epolíticas públicas voltadas para meninas e meninos deaté 17 anos.

É o espaço para o diálogo e serve para incentivar e qualificar a participação social e para fortalecer o compromisso de diversos atores com a garantia dos direitos de crianças e adolescentes — gestores públicos, técnicos, organizações da sociedade, comunicadores, empresários, adolescentes, jovens, famílias e comunidades.O 1 Fórum Comunitário do Selo UNICEF Município Aprovado Edição2009-2012 deverá ser realizado até 30 de setembro de 2010.

Ele proporcionará o debate sobre a situação de crianças e adolescentes do município, apurada antes pelo CMDCA e a Comissão Municipal Pró-Selo, com a participação de adolescentes.Com base nessa análise, serão apresentadas linhas gerais e propostas para se fazer o Plano Municipal de Ação. O objetivo do plano é assegurar os direitos da infância e da adolescência no município.O 2 Fórum Comunitário, previsto para ocorrer no primeiro semestre de 2012, avaliará a caminhada do município rumo aos objetivos do Selo UNICEF e à concretização dos temas do Eixo de Participação Social.

Como se realiza. Quem participa do Forum Comunitario do Selo?

Essa etapa exige:definição do local onde ocorrerá o evento, organização dos equipamentos necessários e de materiais para as dinâmicas; ampla divulgação do fórum e convite à comunidade, para que ela participe;escolha do facilitador e dos participantes dos Grupos de Trabalho.O CMDCA, o articulador municipal e a Comissão Municipal Pró-Selo precisam planejar todas as atividades necessárias para a realização do encontro, como se sugere a seguir.Promover a mobilização - convidar organizações do setor público e da sociedade, especialmente aquelas dedicadas à defesa dos direitos de crianças e adolescentes, como a Câmara de Vereadores, o Conselho Tutelar e os órgãos de justiça e de segurança.
O fórum pode reunir representantes de secretarias municipais e conselhos setoriais (exemplos: Educação, Saúde e Assistência Social), escolas, sindicatos, associações comunitáriagovernamentais, meios de comunicação, clubes de serviços, grupos religiosos, de adolescentes e de jovens.Escolher o facilitador - ele será o mestre de cerimônias, que, com clareza, guiará os participantes nas etapas do trabalho. Essa função poderá ser exercida pelo articulador municipal, pelo presidente ou outro membro do CMDCA ou da Comissão Municipal Pró-Selo.

É fundamental ter capacidade de improvisar, escutar e dar a palavra aos participantes, conhecer a metodologia do Selo UNICEF Município Aprovado e a do 1 Fórum Comunitário, descrita no manual. O facilitador precisará resumir textos e ser claro na comunicação para colocar num documento escrito os resultados dos trabalhos em grupo e dos debates em plenária.
Ele guardará a memória do 1 Fórum e participará da elaboração do Plano Municipal de Ação. Em algumas atividades do fórum, ele precisará do apoio de assistentes voluntários escolhidos na hora ou definidos antes do evento.Pensar na equipe de apoio operacional - os técnicos de som, imagem, profissionais de limpeza, alimentação etc. são importantes para garantir a qualidade sonora, a gravação, a organização e os lanches.

Preparar o material impresso - fazer e distribuir os convites, escrever o informativo para os meios de comunicação e aprontar os crachás. Eles indicarão quem participará das discussões sobre Objetivos de Impacto e em qual grupo.Optar por um espaço - estimar o número de participantes para que todos caibam no local confortavelmente (pode ser um clube ou associação, onde se tenha auditório e mais de uma sala para trabalhos).

Selecionar os participantes da discussão dos Objetivos de Impacto Social do Selo - para montar os nove grupos que trabalharão os Objetivos de Impacto é fundamental convidar pessoas e/ou entidades com atividade local reconhecida nas áreas de promoção, garantia e defesa dos direitos da infância e da adolescência, além de jovens lideranças locais.Recomenda-se chamar, por exemplo, um professor de escola pública atuante na comunidade ou um médico da Estratégia Saúde da Família , organizações não governamentais.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Programa Cras Leva Cultura da Capoeira as Escolas.

Apodi - Integração cultural é o que vem ocorrendo no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Lagoa Seca, mantido pela Prefeitura Municipal de Apodi, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social. A equipe do CRAS promoveu na tarde desta quinta-feira dia 02/09, na Escola Estadual Sebastião Gomes de Oliveira na comunidade do distrito de melancias, mais uma etapa do Programa Cras nas escolas, onde são levados para a comunidade escolar Palestras e informações, alem de diversidade cultural.

Cerca de 80 alunos assistirão uma apresentação cultural do grupo da associação de capoeira Apodi, que tem parceria e apoio do (Cras) Lagoa Seca. Com temática voltada para o diversidade cultural; a intenção da apresentação é fazer a integração, a ressocialização do jovem e não o segregamento. A idéia de integrar a cultura popular presente no nosso dia-a-dia.

A capoeira tem como objetivo, Difundir a técnica e a cultura no nosso município; Promover a capoeira como uma forma de integração social e familiar; Proporcionar o desenvolvimento lúdico físico e social através da pratica esportiva, Promover a cidadania e o esporte como um recurso social de convivência e saúde. Estabelecer conceitos éticos e morais, agrupando crianças jovens e adultas numa atividade que supra o ócio, oferecendo um lazer para a pratica corporal e estimulando a comunhão a convivência e a cidadania nas comunidades da área de abrangência do Cras – Centro de Referencia da Assistência Social.


Ainda há vagas disponíveis para os jovens que desejarem participar do grupo de capoeira CRAS; as inscrições podem ser feitas no (Cras) Apodi na rua Luiz Jacinto 289 Bairro Lagoa Seca. Podem participar jovens com idade entre 12 a 16 anos e beneficiários do Programa Bolsa Família. O CRAS faz parte da Política Nacional de Assistência Social e tem como objetivo complementar a proteção social às famílias, criando meios de garantir a convivência familiar e comunitária e condições de inserções e permanência dos jovens no convívio familiar.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Associações de produtores rurais voltam a questiona obras estaduais em poços artesianos do Vale do Apodi



VALE DO APODI – Os produtores rurais do Vale do Apodi que foram atingidos pelas enchentes do ano de 2008 e que estão sendo atendidos pela Defesa Civil Estadual voltaram a reclamar da forma como os poços artesianos do município estão sendo recuperados e pedem providências da coordenação estadual da Defesa Civil.

O presidente da Associação dos Produtores de Arroz do Vale do Apodi, Francisco Antonio Gama, denuncia que a empresa Cesan responsável pela execução das obras tem o prazo para entrega da obra que vai ate o dia 15 de setembro, porem o líder comunitário informa que as obras estão inacabadas e feitas de forma que só vai prejudicar os produtores rurais do Vale do Apodi.

Em 2008 a Comissão Municipal de Defesa Civil, juntamente com associações comunitárias realizaram um levantamento, onde foram detectados problemas em 54 poços artesanais (cacimbão) de varias comunidades do Vale do Apodi.

O presidente da Associação dos Produtores de Arroz do Vale do Apodi, Francisco Antonio Gama, reclamam que só agora a Defesa Civil Estadual está recuperando, através de uma empresa contratada, mas os serviços estariam sendo executados de forma errada e isso levara prejuízos aos agricultores. “Em vez de poços (cacimbões), estão fazendo verdadeiras cisternas com cimento. Isso faz com que não haja infiltração e os reservatórios não recebam água”, denuncia Francisco Gama que já procurou os meios de comunicação logo no inicio das obras para denuncia o grave problema.

VII FÓRUM NACIONAL DE DEFESA CIVIL - 2010



Inscrições de trabalho irão até o dia 27 de agosto


Até o dia 27 de agosto estarão abertas as inscrições para apresentação de trabalhos no “VII Fórum Nacional de Defesa Civil”, que acontecerá de 22 a 24 de setembro em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. O evento tem como finalidade discutir ações locais abordando temas debatidos em março deste ano na Conferência Nacional de Defesa Civil, realizada em Brasília.

Os trabalhos inscritos deverão ter como foco o tema “Cidades mais Seguras”, por meio da apresentação de casos de sucesso. Essa temática deve ser voltada às ações municipais com a promoção do debate aberto sobre proteção das cidades e segurança das populações. O debate nas conferências, oficinas e mesas redondas será amplo, abrangendo todos os aspectos relativos ao assunto principal.

Para se inscrever basta clicar no link da barra lateral “Inscrições de Trabalho”. Não há limite para envio de trabalhos por autor e a avaliação e seleção de todo o material será realizada pela Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) e pelo Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres (Ceped). Os autores serão notificados por e-mail a respeito do resultado. Caso o inscrito queira acompanhar o evento como participante é só optar pelo link “Inscrições”. Vale lembrar que as despesas pessoais são de responsabilidade dos participantes.

O Fórum pela primeira vez na região Centro-Oeste, será realizado em território de fronteira entre o Brasil e o Paraguai, onde são desenvolvidas ações na área de defesa civil, prevenção de desastres e redução de riscos. Os encontros anteriores foram nas cidades de Santo André (SP), Jaboatão dos Guararapes (PE), Cariacica (ES), Jaraguá do Sul (SC), Camaçari (BA), e Teresina (PI). http://www.forumdefesacivil.org/ SITE PARA INSCRIÇÃO



defesacivil.gov.br

quarta-feira, 18 de agosto de 2010




APODI – integrantes do Programa Bolsa Família foram capacitados através do curso de manicura e pedicure, oferecidos à população apodiense pelo Centro de Referencia da Assistência Social - CRAS, via Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social. O curso foi realizado através da parceria Prefeitura de Apodi e SENAC - Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial. A solenidade de enceramento do curso aconteceu nesta terça dia 17/08 as 9:00 horas da manhã, no centro de inclusão produtiva do trabalhador da prefeitura municipal de Apodi, e contou com a presença dos concluintes do curso acompanhados dos seus familiares.

A solenidade ainda contou com a presença da prefeita Goreti Silveira, da secretaria de Educação professora, Raimunda Freire, Secretário da Assistência e Desenvolvimento Social, Antonio Laete Oliveira, coordenadores do CRAS de Soledade, Marcilio Reginaldo, Cras de Apodi, Ismael Simão, Edvar Mendes do Centro do Idoso, dentre varias outras autoridades do município. O representando do SENAC Secção de Mossoró, a professora do curso Macia Lopes

O Secretário da Assistência e Desenvolvimento Social, Antonio Laete Oliveira, falou da importância das parcerias que possibilitaram a capacitação de alunos para o referido curso. “Estamos felizes hoje ao concluir mais uma etapa importante da gestão da prefeita Goreti”. Com essa importante capacitação estaremos gerando renda para essas familias carentes do município; é importante lembrar que essas parcerias têm acontecido devido ao apoio que temos recebido da prefeita Goreti e de parceiros como o SESI, SENAC E SENAI, que têm disponibilizados seus técnicos para que possamos capacitar pessoas.

A prefeita goreti falou que não tem medido esforços para atender os pleitos da secretaria de promoção social, pois sabe da importância que tem para o município de Apodi a política de Assistencia Social. “esse é o melhor caminho destacou a prefeita goreti”. Os novos profissionais receberão em breve da Prefeitura Municipal de Apodi um kit com todas as ferramentas necessárias para desenvolver sua atividades profissionais.

SERVIÇOS OFERECIDOS NO CRAS – DE APODI

CRAS / atividades desenvolvidas:
• Atendimento psicossocial às famílias;
• Inserção das famílias em benefícios, programas e projetos (Inclusive geração de renda);
• Elaboração de laudo, relatório e parecer psicossocial;
• Atividades sócio-educativas;
• Acompanhamento rotativo às famílias;
• Visitas domiciliares e institucionais;
• Suporte técnico aos programas sociais. ;
• Palestras sócio-educativas (Saúde e Educação)

PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA - CRAS
Tratamento das Famílias ou Indivíduos em situação de
• Vulnerabilidade social;
• Privação (ausência de renda, precário ou nulo acesso aos serviços públicos);
• Fragilização de vínculos afetivos (relacionais e de pertencimento social).

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

É MUITO BONITO!!!




É bonito ver sonhos de pessoas sendo realizados, é bonito ver o poder público investindo com seriedade, transparéncia e respeito para com os cidadãos, É bonito
ver as pessoas tendo oportunidade de lutar por seus sonhos pelas suas próprias forças, sem as amarras eleitoreiras, É bonito ver políticos sérios fazendo da política a arte de bem servir, pois é esse o verdadeiro e justo objetivo da política, será bonito o dia em que todo político administrar o dinheiro público com essa finalidade.
A política de desenvolvimento social que está em prática, no Apodi, na administração da prefeita Goreti Silveira e do Secretário de Assisténcia e Desenvolvimento Social, Laete Oliveira, é o modelo de gestão pública que deve ser exaltado por todos que querem o bem comum, pois o reconhecimento das boas ações estimula a ampliação da mesma pelos seus autores e por outros. Pessoas estão tendo a oportunidade de cursarem cursos de aprendizados, profissionalização e qualificação, são pessoas de baixa renda beneficiárias do programa Bolsa Família, que ganham a oprtunidade de aumentarem suas rendas e melhorar a qualidade de vida suas e de seus familiares.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Apodi receberá ações do Projeto Amigos da Escola


O município de Apodi receberá no próximo dia 11 (quarta-feira) a primeira edição do Projeto Amigos da Escola 2010, com uma programação sociocultural voltada para a comunidade. As ações serão executadas na Escola Estadual Gerson Lopes e no Circo Cultural da Prefeitura do Apodi, que será armado na praça Getúlio Vargas, no centro da cidade.

A iniciativa é da Prefeitura do Apodi, via Secretaria Municipal de Educação e o Governo do Estado, via Secretaria Estadual de Educação e da Cultura (SEEC), escolas e vários outros órgãos e secretarias municipais e estaduais de educação, além dos parceiros que pertencem a instituições filantrópicas, ONGs e empresas privadas.

“O município de Apodi estará com o que for necessário para apoiar as ações do Projeto Amigos da Escola, é um projeto muito importante que merece a nossa atenção, a prefeita Goreti Pinto colocou toda a estrutura administrativa à disposição da coordenação do programa”, comentou Raimunda Freire, secretária de Educação de Apodi.

A programação que dará conta das ações do “Amigos da Escola”, que este ano trabalha a temática “Minha Escola – Minha Comunidade”, será composta de apresentações culturais realizadas por alunos das escolas que participam do evento, caminhada com saída do Núcleo Avançado da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte -Uern, às 7h30, Oficinas de Artesanato, Exposição de Projetos Educativos, Atendimento ao Público com Serviços Básicos de Saúde (exames, consultas, pressão arterial, etc.) e Embelezamento Pessoal (corte de cabelos, escova, unhas). As ações serão desenvolvidas durante todo o dia.

O projeto foi lançado em 1999 pela Rede Globo de Televisão, como parte das comemorações dos 500 anos do descobrimento do Brasil, em parceria com a Comunidade Solidária, órgão presidido pela então primeira-dama do país, a professora doutora Ruth Cardoso, com apoio da Secretaria de Turismo da Bahia, Petrobras, Telemar e Banco Itaú, entre outras organizações. Destacou-se pela magnitude da campanha televisiva, incluindo também outros veículos de comunicação, vinculados a essa emissora, como o Portal Globo, jornais e revistas.

O “Amigos da Escola” é um projeto amplo que atua há 11 anos e tem como objetivo promover o fortalecimento e a interação entre a escola e a comunidade, por meio do incentivo ao trabalho voluntário. O intuito é desenvolver ações que sejam eficazes e despertem a importância da parceria entre os segmentos sociais e a escola, para a prática do processo de construção da cidadania.

O “Amigos da Escola” é um projeto criado pela TV Globo e emissoras filiadas, como a InterTV Cabugi, com o objetivo de contribuir para o fortalecimento da educação e da escola pública de educação básica.

O projeto incentiva o envolvimento de todos (profissionais da educação, alunos, familiares e comunidade) nesse esforço e a participação de voluntários e entidades no desenvolvimento de ações educacionais – complementares, e nunca em substituição às atividades curriculares/educação formal – e de cidadania, em benefício dos alunos, da própria escola, de seus profissionais e da comunidade.

Ascom - Apodi

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Prefeitura do Apodi e Conab distribuem alimentos para famílias carentes


Um trabalho da Prefeitura do Apodi via Comissão Municipal de Defesa Civil e a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB/RN), vem garantindo a distribuição de alimentos para centenas de famílias do município atingidas pela seca verde.

O municipio de Apodi conta com uma população de mais de 37 mil habitantes, sendo que 46%, conforme registro do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), residem e trabalham na zona urbana. São aproximadamente dezoito mil habitantes que moram no perímetro rural apodiense e vivem na expectativa de conseguirem emprego, mas a característica do município é essencialmente agrícola e como ficou comprovado uma seca verde na região que causou impacto na produção de grãos, gerando uma carência em alimentos para os moradores da zona urbana e rural.

A Comissão Municipal de Defesa Civil fez um levantamento em parceria com os Conselhos de Bairros, Associações e Igrejas, que receberam as doações de acordo com o cadastro de cada Entidade.

No Bairro Malvinas: 140 famílias; Bairro Bacurau I: 66 famílias; Bairro São José: 170 famílias; Garilandia: 30 famílias; Bairro Bico Torto: 40 famílias; Pastoral do Idoso: 50 famílias; Pastoral da Criança: 50 famílias; Igreja de Cristo 100 famílias; Assembléia de Deus: 100 famílias e Oficina de Arte Vitoriam: 25 famílias. uma média de 7.500 kg de farinha, 1.300 kg de leite em pó e 7.500 kg de feijão.



"Precisamos ter um estoque estratégico para os meses vindouros de Outubro a Dezembro", argumentou Marcilio Reginaldo, Coordenador de Defesa Civil de Apodi.

Segundo ainda Marcilio Reginaldo, o quadro que se desenha em Apodi é complicado para quem trabalha na zona rural, com 54% da polução do município, cinco mil agricultores que dependem da Agricultura de subsistência.

A CONAB fez uma doação de 11 toneladas de Feijão e a Secretaria Municipal de Agricultura e Recursos Hídricos fez a distribuição aos Assentamentos e Associações.

As dificuldades já não são maiores na região da Chapada do Apodi, porque o inverno em 2008 e 2009 foi forte, deixando todos os pequenos reservatórios cheios, até mesmo aqueles com pequenas cabeceiras. “Esta água está sendo a salvação dos rebanhos bovinos e principalmente de caprinos”, diz o secretario de Agricultura, Eron Costa, alertando que os reservatórios são pequenos e não suportam mais do que cinco meses de estiagem. Já estariam chegando ao limite.

A prefeita da cidade, professora, Maria Goreti Silveira Pinto (PMDB), diante do quadro, já Decretou Estado de Emergência no município de Apodi, o que deve acontecer também nos demais municípios que ainda não providenciaram o mecanismo legal para receber ajuda dos governos do Estado e Federal.

O decreto permite, por exemplo, que o município seja beneficiado com o Programa Operação-Pipa, distribuição de cestas básicas do Ministério da Integração Nacional e Secretaria Nacional de Defesa Civil.






segunda-feira, 12 de julho de 2010

Apodi decreta situção de emergência



O município de Apodi já decretou estado de emergência pelo fato do inverno não ter sido suficiente para o milho, feijão e arroz vingarem. Em situação pior, está os municípios vizinhos, como Itaú, Rodolfo Fernandes, Severiano Melo, Taboleiro Grande, Felipe Guerra e Caraúbas. “Aqui pelo menos temos 700 hectares que produzem na região de baixio”, diz o secretário de Agricultura de Apodi, Eron Costa.
O município de Apodi tem 37 mil habitantes, sendo que 54%, conforme registro do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), residem e trabalham na agricultura de subsistência na zona rural. Segundo o secretário Eron Costa, são aproximadamente cinco mil agricultores na zona rural que perderam a safra neste ano. Deste total, o Seguro Safra, do Governo Federal, só vai atender aproximadamente 300 pequenos produtores.
O quadro que se desenha é complicado para quem trabalha na zona rural e também na cidade. Na região de chapada, por exemplo, já está faltando milho e feijão. O milho, a Companhia Nacional de Abastecimento atendeu ao pedido do governo municipal e revendeu 100 sacas a R$ 24,00 a unidade de 70kg, sendo cerca de 30% mais barato do que no mercado. Como também está faltando feijão, a CONAB fez uma doação de 11 toneladas.
Sem a produção da zona rural, o preço do produto no mercado local disparou. Se tivesse à venda, o valor atual seria de aproximadamente R$ 150,00. A expectativa é de que nos próximos dois meses o preço da saca de feijão de 70kg chegue a R$ 280,00. “Das 5 mil famílias da zona rural, a nossa preocupação é com aproximadamente 4 mil. É que de cerca de mil famílias, aqui temos a sorte da produção na várzea no período de verão”, explica Eron Costa.
O quadro é mais complicado na zona rural dos municípios de Severiano Melo e Rodolfo Fernandes. Nestas duas cidades, não existe produção de verão e a safra de inverno foi toda perdida. Além do mais, também não tem água para o abastecimento humano e animal. São atendidas pelo Programa do Carro Pipa do Ministério da Integração Nacional, através do Exército. Este programa também atende a zona rural de Apodi com 450 pipas/mês.
As dificuldades já não são maiores na região de chapada, porque o inverno em 2008 e 2009 foi forte, deixando todos os pequenos reservatórios cheios, até mesmo aqueles com pequenas cabeceiras. “Esta água está sendo a salvação dos rebanhos bovinos e principalmente de caprinos”, diz Eron Costa, alertando que os reservatórios são pequenos e não suportam mais do que cinco meses de estiagem. Já estariam chegando ao limite.
A prefeita Goreti Pinto, do PMDB, diante do quadro, foi orientada pela Defesa Civil decretar Situação de Emergência na zona rural do município de Apodi, o que deve acontecer também nos demais municípios que ainda não providenciaram o mecanismo legal para receber ajuda dos governos do Estado e Federal. O decreto 024 de 05 de julho de 2010, decretado pelo municipio permite, por exemplo, que o município seja beneficiado com o programa do carro-pipa, do Ministério da Integração Nacional e doaçoes de cestas basicas para as familias.
Apodi tem produção de verão no Vale
No município de Apodi, no entanto, não é só de desespero e preocupação. Na área de várzea, na verdade, vive um bom momento. Cerca de mil famílias preparam para plantar feijão e arroz uma área de 800 hectares. É a safra de verão, já conhecida na região de Apodi pela fartura no período pós-inverno. “Plantam arroz não pelo cereal, que está com o preço baixo no mercado, mas pela palha para alimentação dos animais”, destaca o secretário Eron Costa.
A preparação das áreas de baixios já começou. Algumas áreas, devido ainda estarem alagadas, são preparadas com animais tracionando capinadeiras. Em outras, o corte de terra feito com tratores cedidos pela Prefeitura. O município disponibiliza duas unidades. Nesta semana, a meta da Secretaria de Agricultura é preparar 108 hectares. Outros trezentos hectares serão preparados e plantados de arroz e feijão nas próximas três semanas.
O município de Apodi tem a segunda maior reserva hídrica do Rio Grande do Norte, que é a Barragem de Santa Cruz, capaz de armazenar até 600 milhões de metros cúbicos de água. Perde apenas para o Vale do Açu, que tem a Armando Ribeiro Gonçalves, que armazena 2,4 bilhões de metros cúbicos. Ao contrário da Armando Ribeiro, a Santa Cruz não irriga e nem abastece as cidades da região. Projetos neste sentido estão sendo implantados.
A intenção do governo federal, através do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), é irrigar uma área de 9 mil hectares na região da Chapada do Apodi, num investimento estimado inicialmente de 200 milhões. Já as cidades serão abastecidas por dois sistemas de adutoras, um para levar água para Mossoró e outro para o Alto Oeste. Os dois estão orçados em R$ 246 milhões. O sistema adutor do Alto Oeste está quase pronto.
ascom - Apodi